21 de outubro de 2020

boliche.com.br

O mais completo site brasileiro

VASCO É OURO NO TORNEIO BOB LIMA 2020

2 min read
Torneio Bob Lima 2020

Terminou nesta quinta-feira, dia 27, o Torneio Bob Lima 2020, a primeira competição no Rio de Janeiro, após a paralisação temporária pela pandemia.

O Boliche Social Club encerrou as atividades no Norte Shopping e reinstalou suas 24 pistas Brunswick no Aero Town Power Center – Av. Ayrton Senna, 2541 – Barra da Tijuca.

O Torneio Bob Lima, promovido pela Federação de Boliche do Rio de Janeiro contou com doze duplas que competiram durante quatro semanas consecutivas.

Esse torneio foi em memória de Bob Lima, federado fluminense falecido em 2 de janeiro de 2018.

Torneio Bob Lima 2022
Bob Lima

Foram respeitadas todas as regras exigidas pela autoridades municipais de saúde.

Houve a limitação de apenas uma dupla por par de pistas, além do uso permanente de máscaras e o distanciamento.

Foram jogadas cinco partidas por rodada, sem troca do par de pistas.

Duplas da 1.ª divisão

A Dupla Campeã da 1.ª divisão foi a do Clube Vasco da Gama, Matheus Lima & Rogério Mattos.

Torneio Bob Lima 2020
Matheus Lima & Rogério Mattos

A medalha de Prata ficou com a dupla do Clube América, Adílson Balthazar & Danilo Rocha.

O casal Márcio & Lúcia Vieira , também do Clube Vasco da Gama, ficou com o Bronze.

Torneio Bob Lima 2020
Lúcia Vieira & Márcio Vieira

Duplas da 2.ª divisão

A dupla do Clube Botafogo, José Júlio & Kléber Sant´Anna ficou com a medalha de Ouro.

A Prata foi para o Clube América com Rafael Stilben & Francisco Jansley (reserva Márcio Martins).

O Bronze ficou com outra dupla do Clube Botafogo, Carlos Albuquerque & Ayrton Balthazar.

A volta do campeão

Márcio Vieira disputou seu primeiro evento após a colocação de uma prótese no final de 2019 numa cirurgia de artroplastia total de quadril.

Márcio Vieira (novembro de 2019)

Sobre voltar a jogar boliche no pós artroplastia, Márcio comentou: “Eu estava com dificuldade de apoio no momento do arremesso.”

“Fui melhorando a cada rodada, ao menos até a terceira, quando levei um tombo numa obra, antes da quarta rodada, caindo exatamente sobre o lado esquerdo, então joguei no sacrifício.”

“Para o meu dia-a-dia foi fundamental, porque melhorei 1000% a qualidade de vida.”

“Para jogar como estava antes de operar, já convivendo com as crises de dor, talvez dê para segurar a média, com a vantagem agora de não sentir dor após jogar.”

“Ainda bem que tinha a Lucia pra carregar a dupla para a medalha, nas duas últimas partidas.”

Arquivos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *